24 abril 2009

O escafandro e a borboleta



Primeiramente alguns avisos aos desavisados. Primeiro gostaria de salientar aos que gostam de entrar nos personagens: tomem cuidado! O drama que o ator Mathieu Amalric vive é um dos mais fortes já vistos pelo homem, e Jean-Do um dos caras mais azarados do mundo. O filme nos causa uma certa perplexidade muda e até certo ponto alguma incredulidade. Constatar que tudo foi real é ainda mais angustiante.

Imagine como seria perder tudo que você tem (tudo mesmo), mas apesar disso não morrer. Sobreviver no limiar inseguro de estar vivo e morto ao mesmo tempo, sem poder fazer a escolha pela morte, ser um fantasma para o mundo. É triste que a beleza do filme se faça através da tortura de um homem, mas parece que todos envolvidos no projeto entenderam perfeitamente o quão belo foi o sofrimento de Jean-Do.

O cinema francês tem uma forma peculiar de captar a beleza no drama, e a habilidade técnica na hora de realizar a idéia faz com que tudo se torne uma realidade artística. O jogo ousado de câmeras sem foco e embaçadas e a forma criativa com que o filme é montado na parte de edição, dão suporte ao desenrolar mais que intenso da trama. O trabalho de fotografia é um dos fatores que contribuem imensamente para fazer de “O escafrando e a borboleta” uma obra de arte, criando em certos momentos a sensação de que o próprio roteiro quem guia tudo.



Gênero: Drama
Tempo de Duração: 112 minutos
Direção: Julian Schnabel
Roteiro: Ronald Harwood, baseado em livro de Jean-Dominique Bauby
Produção: Kathleen Kennedy e Jon Kilik
Fotografia: Janusz Kaminski

Elenco:
Mathieu Amalric (Jean-Dominique Bauby)
Emmanuelle Seigner (Céline Desmoulins)
Marie-Josée Croze (Henriette Durand)
Anne Consigny (Claude)
Patrick Chesnais (Dr. Lepage)


7 comentários:

Starkiller disse...

Preciso ver esse filme.

Bonaldi disse...

Preciso ver esse filme.(x2)

dragaoregi disse...

ANA- PRECISO VER ESTE FILME,VAI MEXER COMIGO:::::::::::::::::::::

Anônimo disse...

As mentioned, Bitcoins are generated by users through the official program.
The Journal article goes on to point out
"Corn is up 44%, milk is up 6. They built a hugely successful business on that one competitive difference.

my blog post: check this out

Anônimo disse...

Hair that is thin will benefit from lighter oils while hair that is coarse will benefit
from heavier oils. For the thick and curly hair, it is
best to use the Moroccan Oil. There are organic oils in your hair that are there for a cause.
From my experience, it is quite difficult to style hair
immediately after a hot oil treatment, so you might want to skip the curling iron or hot
rollers. There are many products these days that
can help with keeping your hair in good condition but what of oils.


Feel free to visit my website - hair growth products

Anônimo disse...

There was a point when I was single that I used to judge people I dated by whether they liked cats or not.
Products a man can purchase in the privacy of his own home, without having to take an excursion
into some dark-alley porn shop, as if he was purchasing illegal contraband.
This is also probably one of the easiest forms of advertising,
with only an advert designed for a specific box needing to
be created. Assuming there is a God and assuming that the Bible
is God's word and an historical record of His activities (and you won't hear anything to
the contrary in church and from other formal Christian religious organisations) then the
standard hype you hear, the standard image projected of God (and son)
tends to be 'warm and fuzzy'. When scrapping with newspaper clippings, in
most situations it is important to take the proper steps to make them archival safe before putting them with your photos in your scrapbooks.


Check out my website; egyptian newspapers

Anônimo disse...

http://paleodietrecipesbook.net/
http://howtoloseweightfastindays.com
http://purelivinghcg.com/
http://getlaid2night.us/male-enhancement
http://getlaid2night.us/penis-pump